9 de junho de 2016

O sonho do Fast Fit

A minha dieta, e principalmente a minha mudança de atitude face à minha alimentação e actividade física, tomaram o blog, o youtube e o facebook de assalto, pelo menos à quinta feira, e todas as outras redes sociais onde partilho o meu dia (instagram e snapchat) com mais frequência. 


A verdade é que nunca tive tanto feedback de quem me lê como tenho tido em assuntos relacionados com a dieta. E sobre isto tenho de partilhar duas perplexidades: por um lado confesso que nunca pensei que esta minha jornada, que é provavelmente das mais "solitárias" que tenho tido, uma vez que tudo depende de mim e das minhas escolhas, despertasse tanto interesse "publico" e, por outro lado, que isto degenerasse numa partilha constante do meu dia a dia e dessas minhas escolhas de forma a que quem me acompanha virtualmente seja parte integrante no processo. 

Quando olhei à minha volta ("virtualmente") compreendi que a questão da perda de peso / investimento na saúde tem sido um "tema quente" nos últimos 2 anos. Há modas novas todos os meses, dietas loucas em que só se come A ou B, sumos e águas detox, super alimentos.... e na realidade pouco ou nada disto depois de traduz numa explicação de como afecta ou influência a perda de peso/metabolismo.

A verdade é que a ideia de ser saudável, gira e boa (ou fit como agora se diz) é uma ideia que vende! Se beber todos os dias agua com limão perco a barriga? Maravilha! E a seguir? Bebo um sumo "detox" e desço dois tamanhos? É para já! Bagas Goji? Um saco de quilo, se faz favor!

Vamos cair na real, ok?  Há muitas maneiras de ser saudável, muitos caminhos vão, efectivamente, dar a Roma. Mas não há receitas miraculosas para se ser saudável ou perder aqueles quilinhos. 
Muitas vezes me perguntam "qual o segredo?" ou se "tomo alguma coisa para emagrecer". E em jeito de resposta no facebook falei sobre o que me motiva, esse é o meu único segredo. 


O Fast Fit não existe. É mais um sonho para vender revistas. A água com limão, os sumos, as papas de aveia, as tortilhas de tapioca, não servem de nada se não há consistência e responsabilização. Tentem como eu. Tentem todos os anos. Vai haver um ano em que vão conseguir encontrar aquela força interior, que vos vai permitir levar esta escolha mais além. O meu ano está a ser 2016.

Agradeço imensamente ter tanta gente a acompanhar este meu processo. A torcer por mim. Mas nada, mesmo nada, se faz sem esforço, sem dedicação, sem acompanhamento (especializado, familiar e de amigos) e sem uma enorme dose de disciplina. 

5 comentários:

  1. O problema é toda a gente procura uma cura milagrosa em vez de se motivar e trabalhar para perder peso. Se existisse um plano milagroso, um chá ou um comprimido, então já não existia a obesidade.
    E trainers famosos inventam planos de perda de peso, cada um mais estúpido que o anterior, dietas de ioio e depois quando falhamos, a culpa foi nossa. É tanta culpa posta na pessoa.
    A primeira nutricionista que eu visitei deu-me um plano de dieta, que eu não segui por achar ridículo, de bolacha maria, chá e sopa! Eu fiquei pasmada...
    E ainda pior, é que as pessoas acreditam nestes estratagemas e depois quando falham, perdem toda a vontade que tinham de início. É ridículo. Há tanta má informação e produtos que prometem tanta coisa, que a gente nem se sabe para onde se virar.
    Eu decidi tirar uma folha do teu caderno e fazer a dieta cetogénica, vamos ver se funciona. Mas, com inspiração em ti, até já comentaram que desta vez estou a levar a dieta mesmo a sério.
    A fórmula mágica é fácil para perder peso é fácil, dieta + exercício = perda de peso. O difícil é ter a disciplina para continuar.
    É preciso haver um click dentro de nós, comigo foi ver-te a falar sobre o assunto porque eu já estava mesmo a perder a esperança, completamente desanimada e de rastos. Portanto, muito obrigada, salvaste-me saúde e muita tristeza.
    Apesar de ser a primeira semana da dieta, eu estou motivadíssima para continuar.
    És o máximo, Pindérica! <3

    ResponderEliminar
  2. Concordo com tudo o que disseste. A questão é que as pessoas nao têm força de vontade suficiente, por isso é mais fácil criticar os dietas que os outros fazem. E hoje em dia com a quantidade de informação que existe épreciso ser se muito critico e tentar saber mais pra escolher o mais adequado pra cada um, e nao apenas porque a b ou c fez aquela dieta também. As pessoas querem facilidades. Em tudo. É mt mais comodo tomar um comprimido pra tensao alta e outro pro colesterol e outro pra diabetes etc etc do que ter uma alimentação cuidada e fazer exercicio regularmente. o mesmo se aplica aos comprimidos milagroso que fazem perder as gorduras todas. É um bocado um ciclo vicioso. Mas o que mais me entristece é que as pessoas estão cada vez mais individualistas e mentes fechadas, e nao conseguem entender ou tentar entender as escolhas das outras. Seja em dietas ou outros assuntos..

    ResponderEliminar
  3. Há uma industria criada em redor dos desejos imediatos e resultados rápidos...

    ResponderEliminar
  4. Bem, na realidade não podes atribuir essa vontade de mudar a mim, apenas a ti mesma. E sim há toda um industria voltada para as necessidades urgentes em perder peso/volume/gordura que parece atingir a sociedade nestes dias antes do verão.
    Eu sempre fui muito desconfiada de nutricionistas e por isso ter ficado contente de conhecer a Bárbara. Porque há muitos que prescrevem dietas como a que referes que são vazias de nutrientes e hipocaloricas dão resultados a curto prazo, é um facto, mas sei que comigo não funcionariam...
    Força nisso andreia... as primeiras semanas é o que custa mais! Se tiveres a fazer a cetogénica ao menos não sentes fome nunca! E depois o exercício é inevitavel mas vai-se tornando mais facil.

    ResponderEliminar
  5. Sim, mas o pior é que a maioria vai nessa conversa sem questionar..

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena