16 de junho de 2015

O inferno são os outros IV


29. Pessoas que pagam bilhetes de concertos e veem o concerto inteiro através da imagem do telemóvel.
30. Pares únicos, a optimos preços, número 36 que não me servem. (Eu calço o 36)
31. Médicos que diagnosticam com o olhar.
32. Portes grátis apartir de valores de compra absurdos (e portes absurdos em geral)
33. Perder constantemente os elásticos de cabelo (acredito que caiam todos num buraco negro que mora lá em casa/carro/escritório)
34. Gente que conduz permanentemente na faixa do meio da auto-estrada
35. O facto dos CTT trabalharem durante o horário de expediente tornando impossivel ir buscar uma encomenda e, simultaneamente, chegar a horas ao trabalho. 
36. Beber café em copos de plástico
37. Pessoas que apresentam tudo como "indespensável" "essêncial" "mustáve".
38. Quando as embalagens de cosméticos se partem na dobradiça e ficam por isso inutilizadas mas com um aspecto intacto e cada vez que lhes pego é que me relembro do acontecimento. (AKA blush da illamasqua *chora soluçando*.



6 comentários:

  1. O número 33 acontece-me é com os ganchos de cabelo; aqueles pretos pequenos (bobby pins)...
    Posso comprar 100 que ao fim de uma semana se tiver 10 é uma sorte. Lol Desaparecem todos!

    ResponderEliminar
  2. Acontece-me isso com os elásticos e ganchos em geral...! E a última fez-me lembrar o meu pó compacto e o facto de a minha bolsinha de maquilhagem estar toda suja por causa disso....!

    ResponderEliminar
  3. É horrivel! mesmo em marcas mais caras que pressupõe uma embalagem melhor. O meu blush da illamasqua caiu ao chao uma vez e partiu logo uma das dobradiças atrás =(

    ResponderEliminar
  4. Pois eu tambem... e os elásticos! Tive de deixar de comprar os invisibobbles transparentes porque os perdia todos.

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena