5 de março de 2015

Aficcionada por Beleza aos 19 e aos 25

2009 versus 2015

Hoje dei comigo a pensar que os meus gostos pessoais evoluíram tanto desde o meu início neste blogue que era algo merecedor de ser partilhado. Não só porque se podem identificar (afina de contas sabemos que grande parte do mundo que nos acompanha tem também um blog) mas porque é interessante perceber o quanto crescemos em 6 anos.


Variedade vs Usabilidade
Se a Pindérica aos 19 anos vibrava com comprar NYX pelo Ebay e queria todas as cores do arco-íris na sua mesa de maquilhagem hoje já não sou nada assim. E, apesar de não me considerar uma pessoa aborrecida no que toca às escolhas maquilhísticas, arrumei quase de vez o amarelo pintainho e o verde alface.


Quantidade Vs Qualidade
Na realidade: a opinião que eu tinha de qualidade é diferente da que tenho hoje. Não só porque há 6 anos não havia a variedade de acabamentos que há hoje mas porque com 19 anos a minha disponibilidade financeira era quase nula para sonhar sequer numa paleta que fosse mais de 30€. É uma questão de maturidade? Também, porque era mais fácil comprar 3 paletas de 10€ do que 1 de 30€ mas porque não tinha a visão que tenho hoje.
Acontece que a minha bitola de comparação no que toca à qualidade de A versus B era limitada por desconhecer grande parte do que havia no mercado (falo de desconhecimento de facto e não de jure). Vejo isso agora: por coisas que escrevi e já não me identifico. Mas faz parte do processo de crescimento e conhecimento!


Maquilhagem vs Skincare
Aos 19 anos eu queria era cor! Queria bases (apesar de não precisar delas na realidade, nem hoje preciso) mas mais que tudo eram as sombras que me faziam vibrar. Gostava daquela pele perfeita de boneca (mas não de reboco) e delirava com cut creases coloridos.
Hoje em dia dou primazia aos cuidados de pele, com limpeza, tónico, sérum e hidratante. Uma pele só pode ser bonita quando está bem tratada.


Adeus Sol!
Deixei de me expor ao sol (sacrilégio!) e vivo diariamente com protecção solar no rosto. O último escaldão que apanhei foi em agosto de 2011 e tenho a plena noção que há rugas na minha testa que têm essa data.

2 comentários:

  1. Identifico-me tanto com todo o teu texto!
    Lembro-me que há precisamente uns 6 ou 7 anos atrás (mais ou menos da tua idade, visto que sou mais velha apenas 2 anos) tinha imensas sombras, de todas as cores e mais algumas, e usava aquilo tudo sem vergonha nenhuma. Hoje em dia de certeza absoluta que me ia envergonhar de sair à rua com quase todas as maquilhagens que usei nessa altura. Às vezes fico envergonhada só de ver as fotos.... lool
    Identifico-me muito também quando falas no uso de base. Como já comentei aqui, hoje em dia não uso base nenhuma. Não gosto da sensação. Acabo de por e só me apetece enfiar a cara dentro de água e tirar aquilo tudo. Mas naquela altura era sagrado o processo de colocação de base e aquela sensação de pele perfeita.
    Hoje em dia uso só corrector, porque é como me sinto melhor e porque a minha pele melhorou muito, graças também aos cuidados que fui tendo com ela desde essa altura até agora. Confesso que não uso os melhores cremes do mundo, mas dentro do que posso adquirir, tento escolher o que me parece fazer mais pela minha pele.
    Enfim, como tu dizes, é todo um processo de crescimento e aprendizagem.

    ResponderEliminar
  2. Liliana acho que todas acabamos por passar por isto, eu é que me exponho mais por causa do blog. Eu quando me maquilho uso base tenho uma pele sem grandes imperfeições mas gosto do tom uniformizado porque tenho zonas claras/escuras/vermelhas. =)

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena