26 de março de 2014

Definição de Conforto

Durante anos a fio usei religiosamente o meu eyeliner. Era parte de mim, e de certa forma era uma especie de mecanismo de segurança. Com eyeliner no olho eu sabia que por menos trabalhadas que fossem as minhas sombras a minha maquilhagem teria sempre um aspecto polido.

No entanto, há cerca de 2 anos, tentei fazer o "desmame" do eyeliner. Passei a usa-lo apenas nas ocasiões mais especiais e a desenvolver mais o trabalho com sombras na minha maquilhagem diária.


Dois anos depois,confesso, esqueci-me do eyeliner, de como gosto de me ver com ele. De como me completa e de como quando me vejo com ele penso "é mesmo isto!".

Vou voltar ao meu porto seguro, agora que ja sei que posso viver sem ele, mas que não quero viver sem ele! Venham maquilhagens com eyliner "em barda"! Estou de volta à minha definição de conforto.


2 comentários:

  1. gosto muito de ver mas qdo faço acho sempre que fica mto esquisito.não sei fazer a parte final em que já não tá junto às pestanas...algumas dicas sem ser "prática,prática"?*

    ResponderEliminar
  2. Também sei que consigo viver sem eyeliner, mas parece que ele torna tudo mais bonito, quando bem usado, claro.

    http://umcafeumblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena