13 de agosto de 2012

Portugal sem fogos, depende de todos!

Queridas Pindéricas,

Eu sei que nada tem a ver com o tema deste blog mas quero partilhar convosco um pouco do que assisti este fim de semana.

Como eu partilhei fui passar um fim de semana de descanso e boa vida. Normalmente faço-o numa localidade no concelho de abrantes que é banhada pelo Zêzere junto à barragem de castelo de bode, que cria praias fluviais maravilhosas e ainda muito desconhecidas.

No sabado, estava eu a ir para "o rio" quando me deparo com uma coluna de fumo na encosta imediatamente em frente, começo a ouvir sirenes e helicopteros. Ao contactar com a aldeia (que fica no cimo no monte) apercebi-me que estava perante um incendio de dimensões consideráveis.

Eu nunca tinha assistido a tal coisa, mas é verdadeiramente assustador e, apesar de não sentir o cheiro a fumo, o facto de ver labaredas a vários quilometros de distancia, impõe imenso respeito. Fiquei arrepiadinha de todo.
Os helicopteros e os Canaders, graças à proximidade do rio, foram preciosos em apagar o fogo e as várias corporações de bombeiros contribuiram para o controlo do mesmo, cerca de 3h depois do início.

E agora um pedido, por favor, quando viajam e quando param, cuidado com as matas. Não atirem beatas pela janela, não deixem garrafas e objectos afins nas matas, evitem fazer fogos... aquelas coisas básicas! Já bem basta os incendiários e se virem fogo contactem o numero de emergência 117.

0 comentários:

Enviar um comentário

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena