21 de agosto de 2012

Ai que calor...

Ai que calor. Ai que calor, ai que calor, ai que calor... (e para todas aquelas que até já estão a ler isto com o ritmo devido e relembrar tempos de praxe com coreografia a condizer... não pindéricas minhas, estou mesmo a falar do tempo).

Este pequeno desabafo melódico deve-se à minha bela indumentaria. Enquanto portugal coze dia e noite (e eu sei, porque durmo num sotão) está a minha pessoa sentadinha na recepção com direito a: fato completo, camisa com mangas, lenço ao pescoço e meias de vidro! A sério, estou a começar a definhar de calor...uma espécie de morte lenta com requintes [de malvadez].

Mais alguma pindérica quer partilhar o seu "fardamento" (leia-se enfartamento) absurdo?

1 comentário:

  1. Não tão violento quanto o teu, mas eu uso bata na clínica. Bem que dou umas dobras nas mangas e vou ligando o ac mas por vezes isso não chega. Só dá vontade de tirar a bata, meter uns calções e chinelos no pé =P

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião aqui!

Notas

Aqui escreve-se ao abrigo do antigo acordo ortográfico.

Contacto: pinderiquicespindericas@gmail.com

© Pindérica, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena